quinta-feira, março 17, 2016

Filho de Malcolm McLaren e Vivienne Westwood pretende queimar artigos punk


Foi publicada uma curiosa reportagem no The Crack Magazine, sobre a estranha (ou talvez não) opinião de Joe Corré sobre as comemorações do 40º aniversário do punk britânico.

Trata-se do filho de Malcolm McLaren e Vivienne Westwood (agente dos Sex Pistols e ambos estilistas, que acompanharam a banda de perto desde 1976), que pretende queimar publicamente os artigos que possui herdados alusivos ao punk, num valor estimado em cerca de cinco milhões de libras.


“The Queen giving 2016, the Year of Punk, her official blessing is the most frightening thing I’ve ever heard,” 


 “Talk about alternative and punk culture being appropriated by the mainstream. Rather than a movement for change, punk has become like a fucking museum piece or a tribute act”.


Podem ler a reportagem na íntegra, clicando aqui!

 

Sem comentários: