sábado, janeiro 28, 2017

Despe E Siga "Só As Melhores 94-99 + filme"


Já disponível em CD + DVD (filme)...






DESPE E SIGA 94-99

Em 1994 os Despe e Siga entram em estúdio para gravar seu primeiro álbum. O disco reunia um repertório de versões de canções dos Beach Boys, Pogues e Madness, entre outros, com letras em português, que a banda tocava desde 91 em bares e clubs um pouco por todo o país. De destacar as primeiras apresentações no Até que Enfim, em Santos, as temporadas no BBB, na Caparica e a residência de seis meses no Marquês da Sé. O disco foi muito bem recebido e, com a Festa a estalar em semanas académicas e discotecas e Bué de Baldas a ser entoado em coro pelos estudantes em frente à Assembleia da República, depressa chegou a prata. Em 95 os Despe são nomeados para banda do ano nos prémios do jornal Blitz e um ano depois gravam o segundo álbum. N'Os Primos o grupo aponta baterias à criação das primeiras canções originais - uma delas (Tou Bom) com letra de Sérgio Godinho - e dá corpo a um gang de fato e gravata que toca Ska e protagoniza um filme, realizado no verão de 96 pelo fotógrafo Pedro Cláudio. Os Primos contém ainda, entre outras canções, Família Virtual, o primeiro original da banda, e Sempre em Pé, uma versão de Monkey Man dos jamaicanos Toots and the Maytals. Em 1998 a banda grava o último álbum, 99.9, só com canções originais, numa mistura de pop/rock/ska refinada pela produção de Mário Barreiros, onde se destacaram os singles Lunamóvel, Rádio Ska e Manual do Gelo.

o que disse a crítica:

1994
“Os Despe e Siga são, disso não tenham dúvidas, um dos mais bem conseguidos grupos nacionais em apresentações ao vivo.” BLITZ

1996
“O ska balança nas entrelinhas (o dub até espreita em Rude Boy), toma o leme e sopra quentes ventos pop, catitas para um verão de concertos e festas.” DN

1999
“A banda continua a explorar o lado humorístico da vida que se regozija com prazeres alcoólicos e gastronómicos, amores ensolarados, praias, palmeiras e muito ska.” EXPRESSO



Sem comentários: